Categorias: Viagens

Mini-guia: Belo Horizonte

Mini-guia: Belo Horizonte

Seguindo a ideia da Ana Paula, resolvi fazer um mini-guia de Belo Horizonte com dicas para quem quiser visitar essa capital tão linda. De todos os lugares que morei, Beagá (como chamamos carinhosamente) é, sem dúvidas, a cidade mais charmosa. Essa roça iluminada (hihi) tem características singulares e programas imperdíveis.

Separei alguns locais bem interessantes da capital que, na minha opinião, são ótimos. Claro que existe um universo muito maior do que este por aqui, mas tive que selecionar só alguns. Espero que gostem! Podem sugerir outros programas nos comentários também, fiquem à vontade. ;)

Mini-guia: Belo Horizonte - Bares

Se não tem mar, nós vamos para o bar! Eis o programa preferido do belorizontino. Qualquer copo sujo, desde que acompanhado de boas companhias, já está bom para a gente.

1. Café com Letras. Mesmo sendo considerado um café, encaro como um bar! Vamos lá, beber um pouco, conversar sobre as coisas da vida e comer petiscos deliciosos numa decoração maravilhosa. Além do mais, você ainda pode pegar um dos livros disponíveis para venda para passar o tempo. 2. Edifício Maletta. O primeiro e o segundo andar do (tradicionalíssimo) edifício são bem conhecidos. Bares de tudo quanto é estilo: desde os mais simples até os mais alternativos. Se você quiser beber e jogar conversa fora, esse é o lugar!

3. Espanta Crise Café. Dessa vez, o “café” foi usado de maneira errada, haha. É um barzinho mesmo, uma portinha, mas que vive lotado. Toca música boa e atrai jovens que adoram o bom e velho rock’n’roll4. Oliver Art Bar. Conheci recentemente e adorei o clima aconchegante do bar que é uma casa. Ele pertence à Analice, ex-BBB, vocês lembram? A decoração é linda e eu fiquei vidrada na parede com colagens de revistas!

Mini-guia: Belo Horizonte - Comidas

A culinária mineira é, talvez, o fator mais apreciado pelos visitantes. Impossível não amar pão de queijo, gente! Mas é claro que essa terrinha tem muito mais a oferecer. Por isso, eis minha recomendações para vocês comerem muito bem em Beagá.

1. Mercado Central. Você não conhece Belo Horizonte se não visitou o Mercado. Ele é, simplesmente, o melhor lugar do mundo! São vários lugares para comprar queijos, doces e cachaças para levar de recordação para a família inteira. Além disso, você ainda encontra artesanato, floriculturas, lojas de animais… 2. Cantina do Lucas. O restaurante é patrimônio cultural de Belo Horizonte. Ele tem a fama de receber sempre escritores, poetas, compositores, artistas, políticos. O lugar é realmente bastante tradicional e cheio de história para contar, desde 1962. E também está lá, dentro do Edifício Maletta, no primeiro andar.

3. Bolão. Na verdade, o Bolão também pode ser considerado um barzinho, mas os pratos servidos também valem muito a pena. Bolão, além de um reduto da boemia mineira, é o destino preferido de todo mundo na madrugada. Saiu 3h da manhã da balada com fome? Então lá é onde você deve ir! 4. Eddie’s Fine Burger. O restaurante tem um ar super cinquentinha, com hambúrgueres e milkshakes ma-ra-vi-lho-sos! A decoração é toda trabalhada no retrô, com pôsteres antigos da Coca-Cola. Muito fofo!

Mini-guia: Belo Horizonte - Compras

Agora uma das partes mais importantes de todas: compras! Hahaha! Bom, BH tem uma característica bem singular. As lojas que são realmente daqui, na maioria das vezes, não ficam nos shoppings, elas ficam nas ruas. Por isso, não vou conseguir falar sobre cada uma. Vou tentar dar dicas mais gerais de lugar.

1. Feira Hippie da Afonso Pena. Feira de artesanato, feira hippie… ela tem um monte de nomes, mas é a preferida dos turistas (e dos mineiros também!). Nela você encontra decoração para a casa, artigos de artesanato, roupas de bebês, crianças, mulheres e homens, sapatos, bolsas, bijouterias e quadros. Adoro visitar a feira, mas, como não tenho paciência para a multidão que vai lá, acordo tipo 6h da manhã e volto para casa, no máximo, até 9h. Aí dá para olhar com mais calma. Evito quando tem alguma data comemorativa perto, tipo Dia das Mães, Natal e tudo mais. Faz tempo que não vou lá, mas amo e super indico! 2. BH Shopping. É o melhor, na minha opinião. Agora abriram o quarto piso e está com ainda mais opções de lojas. Um bom motivo para gostar dele é que é o único que tem Zara em toda BH… Hehe.

3. Savassi. A região é cheia de lojas lindas e fofas. As ruas Sergipe, Antônio de Albuquerque, Tomé de Souza e Paraíba são as melhores, na minha opinião. Tem também o shopping 5a Avenida (que não é tão grande assim), que possui algumas lojas be interessantes também. Vale a pena passear pela Savassi toda para conhecer novas portinhas que podem ser o antro de roupas maravilhosas. Não deixe passar nada! 4. Bairro Barro Preto. O Barro Preto possui inúmeras lojas e é conhecido como o Pólo de Moda de Belo Horizonte. Mas tem que garimpar. Tem muita loja barata, mas as roupas são de má qualidade e, muitas vezes, feias. Então é preciso estar com tempo e paciência.

Mini-guia: Belo Horizonte - Cultura

BH é uma capital cultural. Tudo bem que falta muita coisa para se investir, mas estamos crescendo. Vale muito a pena conhecer essa faceta da capital do pão de queijo.

1. Circuito Cultural da Praça da Liberdade. Para mim, o lugar mais lindo de BH e cenário para muitos books de casamento. Mas além de bonito, o lugar abriga museus que falam um pouco sobre a história de Minas Gerais. Recomendo conhecer o Palácio da Liberdade, antiga casa do governador. Hoje, ele é aberto para a visitação todos os domingos, de 9h às 13h. E todo primeiro domingo do mês tem troca de guarda às 8h. 2. Museu de Artes e Ofícios. O espaço fica na Praça da Estação, onde tem muitos shows e onde ocorre o principal Réveillon de BH. Mas o museu abriga a história do trabalho, das artes e dos ofícios no Brasil. É muito curioso ver todos aqueles itens que eram utilizados pelos trabalhadores das mais diversas áreas.

3. Palácio das Artes. O lugar fica no Parque Municipal, mas sua principal entrada está virada para a Avenida Afonso Pena. Além de galeria de arte, o Palácio possui um cinema, uma livraria e um teatro que passa espetáculos incríveis. 4. Inhotim. Na verdade, ele não fica em BH. O Inhotim fica em Brumadinho, mas é mais um daqueles lugares que não dá para sair de Minas Gerais sem conhecer. Ele fica localizado em um Jardim Botânico e abriga todas as obras de arte a céu aberto.

Mini-guia: Belo Horizonte - Parques

Belo Horizonte também possui parques ótimos para passear, andar de bicicleta, fazer um piquenique…

1. Parque Municipal. Ele fica bastante lotado nos finais de semana, mas ele é ótimo para levar as crianças. Tem um parque de diversões dentro, além de muita pipoca e algodão doce. *_* 2. Parque das Mangabeiras. O parque é perfeito para fazer uma caminhada e relaxar, se quiser ler um livro embaixo das árvores.

3. Parque Ecológico da Pampulha. Ele tem um campo bem aberto, por isso, muita gente gosta de empinar pipas por lá. Além disso, o Parque disponibiliza 20 bicicletas gratuitamente para os visitantes. Bem que podia ser um número maior, né? 4. Zoológico. Bom, não é parque, mas também é a céu aberto. E toda criança gosta, né, gente? O legal também é que, em um dia na semana, a entrada é grátis. Acho que é quarta-feira, não lembro direito (mal-informada, haha).

Mini-guia: Belo Horizonte - Noite

A capital não é tão conhecida pela vida noturna, mas também temos algumas opções para quem não quer parar quando o sol se põe.

1. Studio Bar. Uma casa noturna com dois andares e uma decoração bem legal. É uma casa mesmo, cheia de corredores e escadas, dá até para se perder! Mas os shows são sempre bons, com um foco maior em covers de bandas de rock. 2. A Obra. Era um local super alternativo até o resto do mundo descobrir. A Obra é um local minúsculo e, quando lota, não é tão agradável… Mas sempre toca as melhores músicas indie ou de décadas atrás.

3. Deputamadre. Apesar do nome, é só uma boate. E é pra dançar até cansar. De vez em quando, DJs renomados aparecem por lá e lota, mas não fica tão apertado já que o lugar é um pouco maior. 4. Savassi. O lugar é realmente o point de BH. Além de boas compras, você tem uma vida noturna bem legal na Savassi. Barzinhos, restaurantes de todo gênero e boates bem variadas. Rock’n’roll no Jack Rock Bar (não sou muito fã, porque lota), noites temáticas na Velvet Club, Bar do João, Baiana do Acarajé, Rei do Pastel… É tanta coisa nessa Savassi que a gente até fica perdido! :)

Bom, gente, é tanta coisa que nem dá para falar em um post só. Mas espero que vocês tenham gostado desse “apanhado” com os lugares que mais gosto em BH. Com certeza faltou alguma coisa, mas vou indicando mais locais aos poucos. Eu ♥ essa cidade!

Comente aqui

8 comentários

  1. Cecília 24 de março de 2012
    às 15:58

    Aí, que saudade de BH!
    Europa, você é linda. Mas, não há nada como a casa da gente ♥
    Gabi, te via toda mão almoçando no águas vivas!

    1. Gabi Barbosa 24 de março de 2012
      às 16:04

      Hahahaha! Faz tempo que eu não vou mais lá, acredita? :D

  2. Isabela Nascimento 24 de março de 2012
    às 19:40

    Eu tenho muita vontade de conhecer BH!! Vou anotar as dicas para quando eu for aí.
    Beijos!

  3. babi 25 de março de 2012
    às 00:12

    pena que quando fui pra beagá foi de passagem, rumo a ouro preto. fiquei pouquíssimo tempo, conheci algumas coisas do centro da cidade e a pampulha. hei de voltar.

  4. Caroline 25 de março de 2012
    às 14:38

    Amei o guia!Ele veio na hora certa,pois é uma das minhas opções de viagens de formatura!

    1. Gabi Barbosa 12 de abril de 2012
      às 10:36

      Que bom, Carol! :D Vale a pena vir conhecer BH!

  5. Nanda 25 de março de 2012
    às 16:09

    Pois não há lugar melhor que BH!

    Minha cidade linda <3