Categorias: Cotidiano

Petiskaldos, em Santa Tereza

Hoje trago uma diquinha para os belorizontinos. Santa Tereza é uma joia da cidade, com uma paisagem que lembra os bairros da década de 1960. O bairro é conhecido pelos seus bares e por ser o berço de muitas bandas e cantores mineiros. Na praça Duque de Caxias, é possível encontrar um bar bem simpático, chamado Petiskaldos.

Indico aqui no blog o rodízio de caldos que o lugar está promovendo nesse inverno. É R$ 13,90 por pessoa e há alguns tipos à escolha. Experimentei o caldo verde, de frango e de feijão. O verde sempre foi meu favorito e lá não foi diferente. Mas outros caldos também estão à disposição, como de feijão preto, de camarão (não experimentei porque tenho alergia!), de mocotó e até arroz doce com amendoim. Eles ainda disponibilizam torresmo, linguiça e cebolinha para complementar o prato.

Petiskaldos
Pça Duque de Caxias, 39
Santa Tereza
Contato (31)  3481.4334

Comente aqui

12 comentários

  1. Marcelo Paulo 26 de junho de 2011
    às 15:40

    vou ter que ir lá.excelente dica, Gabi!

  2. Ba Moretti 26 de junho de 2011
    às 17:59

    Com um friozinho como o de agora isso cairia super bem :)

    1. Gabi Barbosa 18 de julho de 2011
      às 22:50

      Com certeza, Ba! =9

  3. Bernardo Pessoa 26 de junho de 2011
    às 18:16

    liebe

  4. Juliana 27 de junho de 2011
    às 14:47

    Adorei, vou lá conhecer o lugar com certeza. É ótimo ver dicas de lugares de BH nos blogs!

    1. Rodrigo Souza 18 de julho de 2011
      às 16:16

      Amigos, fui la ontem e tomei um de caldo de caranguejo. Uma amiga pediu uma canjiquinha. Infelizmente, a impecavel limpeza do local, a educacao dos garcons, a cumbuquinha de pedra fervente e o otimo aspecto geral estao bastante alem do mais importante de tudo (na minha opiniao, claro!): a qualidade e o paladar. Muuuuuuuuuuito salgado, e parecem ser feitos com caldo knor (ambos!), ou algo que o valha. Ao comentar do sal, o garcom prontamente levou de volta o meu caldo, alegando que conversaria com o cozinheiro. Acho q ele diluiu um pco de agua..ahahah!! Voltou ralo e salgado do mesmo jeito. Eu ja havia ido la ha dois anos, e ontem tive certeza de que mudou de dono. Com todo respeito: nao volto la e nem recomendo.

      1. Gabi Barbosa 18 de julho de 2011
        às 22:08

        Nossa, Rodrigo, lamento a sua experiência. Bom, felizmente no dia da minha visita o sal estava no ponto, nem mais nem menos. E olha que eu sou muito chata com essas coisas! Quanto aos caldos, não tenho do que reclamar. Eles trocam de sabores todos os dias, vai ver que eu dei sorte, quem sabe.

        Beijos!

  5. Rodrigo Souza 19 de julho de 2011
    às 00:16

    Viche, Gabi… entao pode ser q eu e minha turma demos muito azar ontem. Mas q eu fiquei bem chateado de terem colocado agua, fiquei sim. E olha q eu nem reclamei e nem pedi pra trocar. Pelo contrario: elogiei, com a ressalva de q tava c MUITO sal. Foi o garcom q sugeriu de levar de volta – e eu ainda disse que pagaria se fosse preciso, pois imaginei q eles “completariam” com um pco da receita, porem sem sal. Ja na outra ocasiao em q eu havia ido la, acho q 2009, eu tinha simplesmente adorado! Sabe aquela impressao de comida caseira, feita pela nossa avo, ou numa casinha na roca, no interioirrhh das Gerais? Mas ok: vou voltar la assim q puder e experimentar mais uns dois – mas vou falar do sal e perguntar se realmente levam caldo Knor na receita.. caso sim, vou agradecer e vou comer um mexidao la no Chopp da Fabrica. ahahah!!

    Mta luz, saude e sorte pra ti. Osculos e amplexos!

    1. Gabi Barbosa 22 de julho de 2011
      às 00:18

      Rodrigo, recebi uma outra reclamação do lugar ontem. Estou começando a achar que eu realmente fui num dia bom. Dessa vez, a reclamação foi sobre a temperatura do prato. Disseram que estava extremamente quente. Enfim, qualquer coisa, se der errado, o Chopp da Fábrica é sempre uma boa saída! :D

      Beijos!

      1. Rodrigo Souza 22 de julho de 2011
        às 13:54

        Viche.. mas ai eu acho q o internauta pegou um pco pesado, nao? Tdos os caldos de qquer lugar vem fervendo mesmo… mas enfim, cada cabeca uma sentenca. Qto ao Chopp da Fabrica, fui la so uma vez, mas achei tudo otimo! Tempero, limpeza, organizacao, atendimento, etc. Gabi, vc quer ir num lugar realmente BALA? Qdo for pras bandas de Sta. Tereza, va no La Crepe (Rua Dores do Indaia, 72. 2552-1317). Os q eu mais gosto sao o Mariana e o Sao Joao Del Rey. Pagamento so em dinheiro, ok? Outro IMPERDIVEL fica a pcos metros dali, se chama “Fundos da Floresta” (http://www.new.divirta-se.uai.com.br/html/sessao_10/2010/01/15/ficha_gastronomia/id_sessao=10&id_noticia=19706/ficha_gastronomia.shtml). Muito joia seu blog! Bjao pra ti, saude e sorte.

  6. Cintia 6 de janeiro de 2012
    às 09:31

    Olá, pessoal. Eu gostaria de recomendar esse bar. Eles tem um cara cantando lá agora, que é imperdível. O Rapaz se Chama Daniel Fernandes e manda um internacional como ninguém o cara é fera mesmo. Além de tocar MPB, samba e pop-rock. Quanto aos caldos, eu gostei muito. Estive com meu marido lá e adorei. Tem uma batata frita com queijo derretido e bacon, muito bom. A música ao vivo é toda sexta-feira

  7. Luciene 15 de junho de 2012
    às 18:39

    Sempre fui neste bar, desde quando era o Skaldaria. Ontem, louca pra tomar um caldo quente convidei uma amiga pra ir comigo, e falei de como era legal o bar e tal… mas fiquei decepcionada quando fui usar o banheiro, e claro, com vergonha da minha amiga. Não dava pra respirar dentro do banheiro, o papel tinha transbordado o cesto e o fedor era muito forte. Fiquei triste pq é um bar tradicional do sta. Tereza e gosto dos caldos que servem lá.. E qdo vi a cozinheira saindo do banheiro fiquei até sem querer pedir algo. Acho que deveriam dar mais atenção a isso, principalmente sendo um restaurante. A limpeza dos banheiros devia ser mais frequente. Acho que fazer a limpeza de banheiro em restaurante é essecial. Tomara que isso mude! Pois fiquei chateada ontem ao deparar com tamanha desconsideração com o cliente.